Atendimento: 8:00h às 17:30h

17 4141-4101

Plantão: 17:30h às 22:00h

17 98833-0454

Suporte Remoto:

Como gerenciar o estoque para não perder vendas.

estoque

Compartilhar post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Um fator importante no sucesso do seu negócio e a gestão correta do seu estoque.

Uma das coisas mais importantes é a gestão do seu estoque mínimo (estoque de segurança) e máximo.

Você deve saber que estoque mínimo é a quantidade mínima de produtos para que ele não falte. E o estoque máximo é a quantidade máxima de um determinado produto para que não ocorra de o produto ficar parado.

Sabendo dessas informações você deve definir seu estoque mínimo e máximo o que vai ajudar você ter um controle de estoque melhor. E vai te ajudar a não perder vendas ou fica com estoque parado.

Para ter uma gestão de estoque eficiente é preciso ter muita precisão no inventário. Com o ÓTICOM você poderá fazer inventários de forma simples, segura e rápida.

É indispensável contabilizar a quantidade de cada produto. Uma dica importante é que esse estoque seja auditado periodicamente por alguém que não seja do setor de estoque ou almoxarifado para identificar possíveis erros.

Um estoque bem coordenado evita perca de material e principalmente de dinheiro.

Uma dica para organização do estoque é estabelecer um padrão, ou seja, ordenar por grife, por tipo ou modelo. O padrão ideal é o que for mais fácil para a gestão dos seus negócios, porém um padrão ao ser estabelecido deve ser seguido.

Com o ÓTICOM, é possível acompanhar alterações, demandar permissões de quem pode ou não dar baixa em produtos no sistema, controlar o déficit de materiais em estoque ou analisar produtos com pouca saída. A ferramenta fará verificação dos dados com muito mais precisão, auxiliando também na decisão de estoque mínimo e máximo.

Um ponto que não pode ser esquecido quanto a gestão eficiente do estoque é a sazonalidade. Essas podem estar relacionadas ao clima (verão e inverno) ou até mesmo datas comerciais, como Dias das Mães e Natal. Isso deve ser previsto antes do planejamento de compras para que o estoque não fique defasado em tempos de altas vendas.

Importante é não se esquecer que estoque é dinheiro parado, e com isso as compras devem ser bem assertivas para que produtos não fiquem encalhados ocupando espaço e gerando depois uma queima de estoque por preços que não seriam satisfatórios nas vendas.

É indispensável que a sua equipe seja cuidadosa no manuseio dos produtos para evitar perdas por quebra ou extravio pois uma pequena falta de atenção pode ter consequências graves.

Tenha o conhecimento dos gastos da manutenção do estoque: aluguel, custo da equipe, preço da manutenção do sistema, gastos com transporte e logística etc. Isso se faz imprescindível e deve compor a margem de venda dos produtos para diluição desses custos.

Seja rígido ao escolher fornecedores. Opte pelos que conseguem repor com mais agilidade, qualidade e quem mantenham preços competitivos. Fornecedores que não cumprem prazos ou não mantem preços acordados só devem ser mantidos em caso de serem exclusivos de marcas que são bem vendidas.

No ÓTICOM temos vários relatórios para lhe dar resultados do estoque de forma rápida e segura. Além de várias ações que já interligadas e automatizadas de aumento e diminuição do estoque.

Acesse nosso site e veja qual a opção de plano mais adequada para a sua empresa ou fale com um de nossos consultores, estamos sempre prontos para lhe assegurar um excelente negócio. E para receber mais dicas como essa assine nosso newsletter.

Veja também

Gerenciamento de Metas

As metas devem ser muito bem planejadas, bem como a gratificação ou comissão que a equipe pode chegar a ganhar. Nunca se esqueça que esses valores de comissão devem estar dentro da margem para o preço de venda.